Como contratar vendedores temporários

Conhecer qual perfil investir na contratação e ter clareza na hora de selecionar os candidatos são os primeiros passos.

Se você possui uma loja ou mesmo presta algum tipo de serviço, saber como contratar vendedores temporários para seu negócio é fundamental para aumentar as vendas. Definir exatamente o perfil que seu empreendimento precisa é um dos principais passos para que tudo dê certo. Clareza e regras bem definidas também ajudam a ter sucesso na contratação. Confira abaixo outras dicas.

Defina o perfil do candidato

Esqueça a urgência, se houver, e pare um tempo para definir o perfil ideal para vender seus produtos e serviços. Muitas vezes, a pressa é realmente inimiga da perfeição. Contratar alguém só por contratar, pode dar uma dor de cabeça. Defina o perfil do candidato e entreviste pessoas de acordo com suas habilidades naquilo que a vaga precisa.

Além disso, escolha candidatos que sejam bons em comunicar-se com outras pessoas – importante quesito para vender bem. A cordialidade também deve ser levada em conta. Um bom vendedor é cordial com seus clientes.

Saiba das implicações jurídicas 

As implicações jurídicas para o modelo de contratação de vendedor temporário deve seguir algumas normas. O prazo deve ser acordado em 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias. Há registro em carteira profissional, na condição de temporário. Geralmente, agências de emprego cuidam de toda a burocracia.

O funcionário temporário tem direito ao descanso semanal remunerado, férias e 13º salário proporcionais. Veja com o departamento jurídico de sua empresa todas as formalidades para não ficar fora da lei. 

Treine seus colaboradores temporários

Mesmo que o colaborador temporário tenha experiência comprovada, o melhor a fazer é submetê-lo a um treinamento sobre seus produtos e serviços. Ao contratá-lo ou mesmo para iniciar um pequeno período de testes, coloque-o para acompanhar algum funcionário mais experiente e que possa avaliar seu desempenho em vendas e outros serviços.

Efetivação 

De repente, ao contratar um vendedor temporário, o desempenho dele pode ser superior ao esperado. Logo, suas vendas aumentaram e os serviços prestados estão sempre elogiados. Por que não contratar formalmente o colaborador?

Para este caso, não existe um tempo mínimo a ser cumprido como temporário. Se logo ao primeiro mês as expectativas forem superadas, o empreendedor pode contratar em regime de CLT, por exemplo.

Sua empresa ou comércio contrata colaboradores temporários? Comente!

Fonte: https://dnadoempreendedor.com.br 

Deixe seu comentário